7 Novembro 2019

O potencial do Data Analytics e Inteligência Artificial na Indústria

Como utilizar Inteligência Artificial na Indústria para servir de apoio à tomada de decisão?

Como entender melhor a produção e a cadeia de fornecimento, de forma a melhorar o planeamento e a controlar a produção?

Como pode fazer uma manutenção preventiva de modo a estruturar um sistema de diagnóstico industrial eficiente?

Tal como outros setores de atividade, a indústria tem muito a ganhar ao recorrer à tecnologia. Hoje em dia, a indústria 4.0 é já uma realidade e o caminho natural para aumentar a competitividade e a produtividade dentro do setor.

Novos modelos de negócio, otimização de processos e uma maior rentabilidade da produção são alguns dos benefícios alcançados com recurso à análise de dados.

Hoje, com o avanço do Big Data, da Inteligência Artificial e da Computação, a indústria é cada vez mais customizada, automatizada e há uma tendência para massificar a linha de produção, sofrendo, ao mesmo tempo, uma enorme pressão para baixar os custos de produção. Recorrendo ao Big Data, as empresas do setor podem reduzir falhas nos processos industriais, melhorar a qualidade da produção, reduzir erros e aumentar a eficiência. Naturalmente que estes benefícios se traduzem em negócios mais inteligentes, maior competitividade e, consequentemente, um aumento dos lucros.

É imperativo para os fabricantes melhorar a produtividade e tornar os processos mais eficientes, de maneira a aumentar as margens de lucro e atingir maior vantagem competitiva no mercado global.

Conhecer os clientes é fundamental, até porque estes estão mais informados e exigentes perante os preços dos produtos, exigindo ao mesmo tempo um serviço de alta qualidade e um apoio pós-venda diferenciador.

Assim, a análise de dados permite-lhe ter acesso aos principais KPI para monitorizar a produção, as entregas via centros de vendas e distribuição e reduzir erros e atrasos nas linhas de produção.  Consegue, assim, aceder de forma rápida a relatórios intuitivos e em tempo real que permitem monitorizar os principais indicadores em tempo real. Além disso, a solução tecnológica certa permite-lhe criar alertas de forma a agir imediatamente perante qualquer situação inesperada e que poderá colocar em causa a produção e, consequentemente, as entregas atempadas ao cliente.

Cada vez mais atentos aos benefícios de uma análise de dados eficaz, os decisores reconhecem as vantagens para toda a cadeia de valor. Segundo a LNS Research e a MESA International, as previsões de procura e produção de produtos melhores (46%), a compreensão do desempenho da fábrica em várias métricas (45%) e o fornecimento de um serviço e suporte aos clientes mais rapidamente (39%) são as três principais áreas em que o software de análise de Big Data pode melhorar o desempenho das fábricas.

Uma das tendências apontadas para a indústria é o recurso a robôs colaborativos que conseguem executar trabalhos ao lado do ser humano na linha de produção, o que permite aumentar a segurança dos colaboradores e ao mesmo tempo aumentar a produtividade. Segundo um estudo da Markets & Markets, espera-se que até 2025 o mercado dos Cobots, robôs colaborativos, alcance os 12,3 biliões de dólares.

Obviamente, quando falamos de dados, falámos em dados que se traduzem em insights, que em conjunto com as tecnologias mais disruptivas e as ferramentas de Inteligência Artificial trarão mais vantagens a toda a cadeia de valor e ao ciclo de vida do produto: da conceção, manutenção, produção, inovação e logística.

A Indústria 4.0 está aí para ajudar as organizações a incrementar a produtividade, a criar novas formas de produção e a ganhar mais flexibilidade e eficiência.

Já pensou em como está a responder às mudanças atuais do mercado e do seu cliente? Quais as necessidades da sua organização de forma a responder à transformação digital?

inteligência artificial na indústria