12 Maio 2021

Cultura Data Driven: Torne a sua empresa mais inteligente

Longe vai o tempo em que as decisões de negócio podiam ser tomadas com base em crenças, na experiência ou em opiniões. Perante um cenário empresarial que regista níveis de competitividade crescentes, suportado por estratégias meticulosas e players que tornam os mercados mais desafiantes e diversificados nas ofertas existentes, as margens de erro são cada vez menores.

Uma cultura data driven é aquela que está na base das organizações inteligentes e preparadas para os desafios atuais de liderança do mercado. Trata-se de ter no centro da tomada de decisão e das estratégias de negócio uma orientação para os dados, através de ferramentas que os transformem em informação valiosa e que permitam às empresas acelerarem a sua performance e resultados, identificando falhas e reagindo rapidamente perante adversidades que podem impactar o negócio.

As soluções tecnológicas de Data Analytics e Inteligência Artificial dão resposta a esta premissa, ao revelarem insights reais e relevantes que orientam a tomada de decisão dos gestores, antecipando tendências, otimizando processos, permitindo uma gestão de riscos eficaz, e uma maior redução dos custos. Os decisores conseguem através de dados reais, atualizados e fidedignos otimizar as metodologias de trabalho, identificar oportunidades de negócio e ganhar flexibilidade nas decisões estratégicas.

As empresas ganham assim agilidade e inteligência, através do acesso a dashboards e a relatórios completos e facilmente acessíveis, nos quais os gestores conseguem consultar os principais indicadores de negócio. Ao tornar uma organização data driven e garantirem que todo o potencial é extraído dos dados a que a organização pode ter acesso, os gestores passam a estar dotados de ferramentas que trazem benefícios transversais a todo o negócio, e que possibilitam ainda lançar novos produtos e/ou serviços, fazer novos investimentos e ajustar a estratégia.

Departamentos como o marketing, por exemplo, têm ganhos diretos em grande escala, uma vez que permanecem sempre em linha e a par da realidade do mercado. Além de campanhas mais eficazes e assertivas, ganham uma maior precisão na definição de objetivos e na medição de resultados, o próprio ajustamento das ofertas e evolução dos serviços é melhorada com um conhecimento profundo dos gostos, tendências e necessidades do consumidor.

Se a rentabilidade obtida com soluções tecnológicas se tem comprovado incontornável para as organizações, o cenário de atual incerteza veio sublinhar ainda mais a urgência da diferenciação e das empresas se tornarem mais inteligentes. De acordo com a IDC, cerca de 60% das organizações da UE consideram a área das TI uma prioridade máxima em 2021, o que sublinha o incremento da consciência empresarial relativamente ao foco nesta área.

São as empresas com modelos de negócio disruptivos e que sejam capazes de apostar na inovação aquelas que vão conseguir emancipar-se e superar os desafios que se fazem atualmente sentir no mercado. E, é facto que com uma cultura data driven, a sua empresa consegue responder de forma assertiva e precisa ao mercado e ao consumidor, com ganhos de produtividade, rentabilidade e maiores vantagens competitivas.

É tempo de alinhar estratégias, otimizar performances e dar o próximo passo em direção ao sucesso, e a culturas data driven, ou correr o risco de não vingar no novo paradigma que se começa a revelar e a prever cada vez mais desafiante e exigente.

 

 

 José Oliveira BI4ALL
  José Oliveira         
        CEO