7 Setembro 2018

Como o Cloud Analytics está a revolucionar o acesso à informação

Hoje em dia, as empresas enfrentam um enorme desafio com todas as temáticas relacionadas com o consumo e tratamento de dados. A informação está em todo lado, em todo o instante e nas mais variadas formas. O crescimento da quantidade de dados disponível tem sido exponencial e garantidamente não irá abrandar. De acordo com o IDC, a criação de dados duplica de tamanho a cada dois anos e é expectável que em 2025 o universo digital (todos os dados que são criados e copiados anualmente) irá crescer até 162 Zettabytes (ZB), ou um trilião de Gigabytes (GB). Este volume é quase 10 vezes superior ao 16,2 ZB de dados gerados em 2016.

Esse crescimento ocorreu, em grande parte, devido à rápida adoção de telefones e dispositivos inteligentes em todo o mundo nos últimos cinco anos, com os consumidores a criarem enormes volumes de dados em casa e em movimento, na forma de posts em aplicações de social media, fotos e streaming. Estima-se que haverá mais de 6 mil milhões de utilizadores de smartphones em todo o mundo até 2020 e cerca de 20,3 mil milhões de dispositivos conectados e em utilização até 2020, à medida que a Internet das coisas (IoT) continua a se expandir. Até 2025, uma pessoa conectada em qualquer lugar do mundo irá em média interagir com dispositivos conectados quase 4.800 vezes por dia - basicamente uma interação a cada 18 segundos. Aparte das aplicações de social media, estima-se que até 2025, quase 20% dos dados no universo digital serão críticos para a vida diária das pessoas, e quase 10% desse valor será hipercrítico.

Esta é uma estatística bastante assustadora, especialmente para as empresas que terão de lidar com todo este volume dados, transformá-lo em informação e depois utilizar essa informação em proveito próprio para daí tirar vantagens a vários níveis (otimização de recursos, melhorias de processos, decidir da forma mais apropriada, aproveitamento de novas oportunidades de negócio e consequente aumento de rentabilidade).

Se olharmos para um passado não muito distante facilmente percebemos que a adoção de um sistema de análises de dados e apoio à tomada de decisão era algo bastante complexo de ser implementado e mantido com sucesso pois existiam diversos fatores que assim o ditavam:

> Custo de aquisição e manutenção da infraestrutura de suporte ao sistema
> Custo da aquisição de licenciamento para as diversas ferramentas
> Custo de expansão do sistema e funcionalidades
> Funções de colaboração bastante limitadas ou inexistentes
> Generalidade das ferramentas exigiam a presença de recursos altamente especializados que necessitavam de uma grande curva de aprendizagem para poderem tirar todo o rendimento do sistema

O DESAFIO

Posto isto, como poderão as empresas adaptar-se a esta nova realidade onde os negócios são cada vez mais orientados por dados? Como poderão as empresas evoluir de forma sustentada e ao mesmo tempo não perder o comboio da modernização, quer de processos, quer dos seus recursos, permitindo que os mesmos acompanhem esta escalada de utilização de informação no quotidiano da empresa? E como conjugar isto tudo com orçamentos cada vez mais apertados e pouco dados a gastos com inovação e desenvolvimento. A resposta dos principais fornecedores acabou por assentar numa tecnologia que está cada vez mais em voga e em franca expansão: a "Cloud", que está claramente a revolucionar o tratamento e o acesso à informação.

cloud analytics

O CAMINHO

A "Cloud" está a deixar de ser apenas um soundbite para estar cada vez mais presente no nosso quotidiano. Tendo a utilização da "Cloud" sido adotada primeiramente pelos utilizadores não-profissionais, bastou apenas um par de anos para que a camada empresarial começasse a levar a sério a tecnologia na "Cloud" e todos os benefícios que daí poderiam advir. O tema "Cloud" foi durante algum tempo um tema tabu para a maioria das empresas pois as questões da segurança e persistência da informação não estavam tão claras quanto o desejável para que a sua adoção fosse quase imediata. Não nos podemos esquecer que ao adotarmos uma tecnologia da "Cloud", seja ela qual for, estamos a colocar nas mãos de terceiros algo que até então seria fisicamente da empresa e como tal estaria sempre acessível e controlável.

Aproveitando esta plataforma, os principais players do mercado rapidamente se aperceberam de todo o seu potencial no que concerne a análise e tratamento de dados e rapidamente colocaram em prática um novo conceito, o "Cloud Analytics".

MAS AFINAL O QUE É ISTO DO "CLOUD ANALYTICS"?

O "Cloud Analytics" é um conjunto de serviços que são disponibilizados "chave na mão" às empresas para que possam desde o momento zero capturar, tratar, visualizar, analisar, prever e colaborar sobre os seus dados. Neste tipo de serviço toda a componente de hardware fica a cargo do fornecedor do serviço, ou seja, instalação, manutenção e reparação é completamente transparente para o cliente, ficando apenas a seu cargo a definição da capacidade de processamento/armazenamento desejadas para montar o seu sistema de "Cloud Analytics". Esta solução é uma solução vencedora, quer para o fornecedor, quer para o cliente pois diminui os custos operacionais e de manutenção a ambas as partes; o fornecedor vê os seus custos de operação diminuídos ao utilizar uma única infraestrutura que irá suportar vários clientes, oferecendo com isto um preço bastante mais aliciante para o cliente do que num sistema tradicional. O cliente, para além de obter um custo inferior proporcionado pelas condições mais vantajosas do fornecedor, consegue eliminar uma série de custos bastante elevados relativos à operação e manutenção destes sistemas.

Para além de toda a gestão de hardware ficar a cargo dos fornecedores, a outra grande mais valia dos sistemas de "Cloud Analytics" é a existência de uma panóplia de soluções disponibilizadas out-of-the-box que permitem começar a resolver desde o dia zero as questões mais comuns de negócio no que se relaciona com a análise de dados. A título de exemplo temos:

> Extrair, Transformar e Carregar dados (ETL)
> Análise de Churn
> Customer Lifetime Value
> Forecasting
> Segmentação de Clientes
> Análise e tratamento de Big Data
> Machine Learning
> Stream Analysis

Este são apenas alguns exemplos de soluções que, ao serem implementadas de raiz, iriam certamente trazer bastantes dores de cabeça e seriam claramente consumidoras de tempo e recursos, dois bens que hoje em dia são bastante preciosos. Com este tipo de serviços é bastante simples e intuitivo começar a produzir resultados com a vantagem adicional de a empresa que contrata os serviços poder escolher o momento certo para redimensionar o seu sistema sem preocupações adicionais. Mesmo para os mais céticos é sempre possível optar por uma solução híbrida onde alguns sistemas residem na esfera da empresa e outros sistemas residem na Cloud do fornecedor de serviços.

Com a massificação deste tipo de soluções veio também um incremento de igual proporção ao nível dos consumidores da informação. Hoje em dia, é perfeitamente possível assegurar um sistema de Data Analytics na Cloud e logo após um período de tempo relativamente curto (espaço de dias) os utilizadores estarem a explorar o sistema na plenitude das suas capacidades pois todo o sistema de educação nestas plataformas também se alterou para responder a esta demanda constante por mais informação e conhecimento. Atualmente, é extremamente fácil adquirirmos conhecimentos via web acerca dos sistemas/ferramentas, quer através dos vendors oficiais, quer através de site/fóruns de partilha de conhecimento.

Outra perspetiva de onde podemos ver as implicações dos sistemas de "Cloud Analytics" prende-se com a utilização pelas pequenas e média empresas: até então era extremamente complicado para uma empresa de menor dimensão poder adquirir, manter e obter rendimentos de soluções de "Data Analytics" pois os seus custos eram elevadíssimos para os potenciais resultados que daí poderiam advir. Hoje em dia, qualquer empresa, por mais pequena que seja, pode contar com a ajuda destes sistemas a um custo bem mais sustentado e de acordo com a sua realidade.

cloud analytics

TENDÊNCIAS

Estamos, pois, em crer que o caminho é mesmo este e sem voltar para trás. Um estudo recente da “Dresner Advisory Services” chegou a conclusões bastante interessantes, não só acerca da evolução deste tipo de plataformas, como acerca das tendências que levarão o mercado a apostar cada vez mais nestas soluções. O estudo foi efetuado junto de empresas representativas das diversas áreas de negócio/atividade. Principais conclusões do estudo:

> A adoção de sistemas de "Cloud Analytics" está em alta, duplicando os valores de 2016.
> Mais de 90% das equipas de Vendas e Marketing indicam que os sistemas de "Cloud Analytics" serão essenciais para produzir o seu trabalho.
> 66% das organizações que se consideram bem-sucedidas no que se relaciona com o tema de "Analytics" estão a utilizar ferramentas na Cloud.
> As taxas mais altas de adoção de sistemas de "Cloud Analytics" estão nas áreas de Serviços Financeiros (62%), Tecnologia (54%) e Educação (54%).
> 86% das entidades que adotaram o sistema de "Cloud Analytics" apontam a Amazon AWS como a sua primeira escolha, 82% o Microsoft Azure, como a segunda escolha, 66% o Google Cloud e 36% escolheram a IBM Bluemix.
> A importância dos sistemas de "Cloud Data Analytics" continua a acelerar em 2018, com a maioria dos participantes no estudo a responderem que consideram um elemento de importância vital na sua estratégia mais abrangente no que se refere ao Analytics.
> Os departamentos de Vendas e Marketing lideram o ranking de departamentos que usam/planeiam usar, a breve trecho, soluções de "Cloud Analytics". Os Centros de Competência de Business Intelligence (BICC) estão logo atrás em 2º lugar com uma taxa de adoção de 60%.
> Os componentes mais requisitados nos sistemas de "Cloud Analytics" são:

o Dashboards
o Visualizações avançadas
o Ad-hoc query
o Integração de dados
o Self-Service

É interessante constatar que a indústria da fabricação tem o maior interesse localizado em Dashboards, Ad-hoc query, Relatórios de Produção, Interfaces de Pesquisa, Location Intelligence e capacidade de escrita direta nos sistemas transacionais.

Como podemos verificar, estamos perante uma nova realidade que veio para ficar. O uso massivo, especialmente pelas principais e mais complexas áreas (serviços financeiros) é uma constatação deste facto.

cloud analytics

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Claramente, as soluções de "Cloud Analytics" estão a democratizar toda uma cultura orientada por dados e a revolucionar o mundo da análise de negócios com custos mais baixos, implementação mais rápida e análise de produtos. Com a orientação correta, criar uma cultura orientada por dados é agora mais fácil e menos dispendiosa do que nunca! O amanhã é agora!

cloud analytics