15 Maio 2019

Como o Analytics e o Big Data estão a transformar o Retalho?

Atualmente, as marcas deparam-se com um consumidor mais consciente e informado, e, por isso, é determinante que as empresas ofereçam toda uma experiência de compra positiva ao cliente. As motivações e as preocupações de quem compra mudaram e isso traz novos desafios aos retalhistas, que, na era do omnichannel, têm concorrentes que podem estar a quilómetros de distância, como mesmo ao seu lado. Hoje o comércio eletrónico representa uma grande fatia da quota de mercado, prevendo-se que, em 2025, 25% das vendas no retalho serão feitas on-line.

O setor do retalho está a passar por grandes mudanças muito impulsionadas por novos canais e novas formas de relacionamento com o cliente, bem como pela própria forma como o cliente se relaciona e interage com as próprias marcas, o que se traduz em grandes desafios e oportunidades para as empresas do setor.

Estamos perto de um modelo em que o consumidor decide com muita influência na informação do mercado (disponível sobretudo nos canais digitais), permitindo-lhe uma decisão racionalmente mais ajustada. As marcas têm de conhecer os consumidores para perceber o que eles procuram e ajustar assim a oferta às suas necessidades e motivações. Hoje, os clientes procuram um atendimento de excelência e uma oferta personalizada, estando cansados de publicidade generalizada.

As soluções de Analytics e Big Data permitem, com base numa análise credível dos dados, que a empresa garanta uma oferta personalizada e de acordo com as expectativas cada vez mais elevadas dos seus clientes.

Segundo o estudo “Worldwide Semiannual Big Data and Analytics Spending Guide” da IDC, prevê-se que o investimento em soluções de Big Data e Business Analytics atinja os 260 mil milhões de dólares em 2022, com um crescimento de 11,9% entre 2017 e 2022.

As soluções de Analytics e Big Data podem ser aplicadas em todos os departamentos e processos da empresa, havendo assim uma maior otimização dos mesmos. Com os dados consolidados, as decisões serão tomadas com base em insights fidedignos e confiáveis sobre produtos e clientes. Os dashboards dão uma visão geral e em real-time de métricas importantes da performance de negócio. Os retalhistas conseguem compreender o que o mercado pede também através dos indicadores económicos e dados demográficos, como por exemplo, a concorrência e o nível de procura, permitindo respostas rápidas e eficazes às constantes alterações de mercado. Para além disso, o investimento em tecnologia leva a que os retalhistas adotem uma estratégia de negócio onde o cliente é o foco, com um maior entendimento do seu comportamento e uma segmentação mais eficiente conseguem um melhor e mais eficaz planeamento das campanhas de marketing, o que aumenta consideravelmente o seu retorno e oportunidades de conversão.

Sem dúvida que as empresas de retalho procuram vantagens competitivas que as coloquem à frente de uma concorrência cada vez mais elevada. Ferramentas de Analytics e Big Data darão uma resposta eficaz aos desafios que hoje se colocam às empresas do setor para que se mantenham competitivas num mercado em constante mudança.

infografia analytics e big data para o setor do retalho

Blog