9 Março 2017

BI4ALL @ Business – Soluções de BI no setor Bancário

Nos últimos anos, com os constantes avanços tecnológicos, as empresas têm sentido a necessidade de se reinventarem, de forma a conseguirem dar resposta a um mercado cada vez mais competitivo e a evitarem eventuais erros que possam ter cometido no passado. Para tal, passaram a investir em soluções de suporte à gestão, com a incorporação de ferramentas de auxilio para a tomada de decisões estratégicas.

Um claro exemplo, é o setor Bancário, que fruto das mudanças económicas, regulatórias e tecnológicas, está a atravessar uma profunda transformação, o que o obriga a reformular as suas formas de operação. De facto, a Banca é uma das áreas cujo investimento neste tipo de soluções tem aumentado significativamente, uma vez que estas soluções possibilitam-lhe melhorar o modo como gere o risco, enriquece a sua relação com o Cliente e que melhora a sua eficiência operacional. Por outro lado, o setor bancário procura também ferramentas que lhe possibilitem detetar erros de forma a evitá-los, mas também que sirvam de apoio a uma retoma do negócio tão rápida quanto possível.

Assim, uma das soluções mais procuradas nesta área, é a solução de Business Intelligence, que se resume em duas áreas principais:

· Carteira de Clientes: depósitos e créditos existentes, crédito vencido, taxas de juro contratadas, património, incidentes, imparidades, entre outros;

· Carteira Própria: investimentos na perspetiva do banco, como por exemplo, aplicações em instituições externas, títulos de investimento, etc.

No entanto, estas duas opções são apenas a base. A partir destas, é possível determos todo um conjunto de indicadores e modelos fulcrais que permitem uma gestão cada vez mais eficiente e controlada. Desta forma, apresentamos alguns exemplos:

· Caracterização de clientes, isto é, segmentação com base em padrões de informação, especifica e genérica, com o objetivo de uma oferta de serviços cada vez mais personalizada;

· Apuramento de rentabilidades, quer para carteira própria quer para contratos de clientes existentes. Por exemplo, um valor alto de depósito, não é necessariamente proporcional a uma boa rentabilidade para o Banco. Não existe uma receita para este cálculo, sendo normal em primeira instância perceber como funciona a instituição e apenas depois se avançar para o cálculo da mesma;

· Análise de risco de crédito, mais importante que nunca, dada a situação económica existente no país;

· Funções de Compliance com as diretivas de Portugal e da UE que são não só obrigatórias como podem implicar custos com multas, por forma a prever e evitar fraude e branqueamento de capitais;

· Análise de informação de mercado, por forma a dinamizar a área comercial.

Em suma, hoje em dia, é essencial conhecer bem o negócio, deter informações fundamentais para analisar os pontos fortes e menos fortes da organização e desenvolver um bom planeamento estratégico. Como tal, as soluções de suporte à decisão já não são o futuro, mas sim, o presente. Desta forma, o investimento deixou de ser opcional, passando a ser uma realidade, caso se queira subsistir num mercado cada vez mais exigente e controlado. Estarmos informados é fundamental e a tomada de decisão baseada em intuição ou em detrimento de informação já não é uma opção.

A maioria das organizações presentes no mercado português têm esta necessidade presente, e a bi4all, enquanto empresa especializada na entrega de soluções de suporte à decisão, detém os conhecimentos necessários para ajudar qualquer instituição a implementar a melhor solução para o seu negócio, porque cada solução é adaptada às necessidades de cada Cliente e de cada negócio.

.

.

.

.

     André Marques
            Manager
Business Development